Lula diz em Genebra que crise não pode ser pretexto para desrespeito a direitos humanos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Vanderlei Siraque   
Seg, 15 de Junho de 2009 18:14

Agência Brasil

Genebra (Suíça) - A crise econômica e financeira não servirá como "pretexto" para o descumprimento das obrigações de cada Estado com a promoção e a proteção dos direitos humanos.

A afirmação foi feita hoje (15) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sessão do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Ele elogiou o empenho da comunidade internacional no combate à discriminação, mas afirmou que os ‘flagelos’ ainda são muitos.

Lula lembrou do compromisso de combater o racismo – assumido há dois meses na Conferência de Revisão de Durban – e cobrou o cumprimento das promessas.

"A reforma das instituições internacionais, com maior participação dos países em desenvolvimento, é essencial para assegurar uma governança mais justa e eficaz", disse.

Última atualização em Seg, 15 de Junho de 2009 18:16
 
 

Previsão do Tempo

Untitled Document

Praça dos Três Poderes - Câmara dos Deputados - Gabinete: 574 - Anexo: III - CEP: 70160-900 - Brasília - DF - Tel: (61) 3215-5574 Fax (61) 3215-2574 - E-mail: dep.vanderleisiraque@camara.leg.br - Conselho Político: Rua General Glicério, 276 - Centro - Sala 1 - Santo André - Cep: 09015-190 - Tel: (11) 4427-6588 - Email: siraque@siraque.com.br