Brasil defende na OIT que trabalhadores não sejam vítimas da crise PDF Imprimir E-mail
Escrito por Vanderlei Siraque   
Seg, 15 de Junho de 2009 18:16

Agência Brasil

Brasília - O Brasil vai defender na 92ª Conferência Internacional do Trabalho, nesta semana em Genebra, na Suíça, que os trabalhadores do mundo não sejam vítimas da crise financeira internacional. A informação é do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu programa de rádio Café com o Presidente.

"O que nós precisamos debater é não permitir que os trabalhadores sejam vítimas da crise ou que apenas eles paguem pela crise. Nós temos que estar mais preocupados, todos os líderes, em garantir emprego para o povo, que é isso que conta no crescimento da economia", disse.

Depois da Suíça, Lula segue para a Rússia, onde participa de uma reunião do BRICs – grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia e China. "Esses quatro países juntos representam praticamente metade da população mundial", afirmou. "Cada um tem o seu problema, mas cada um também tem a sua virtude. E nós queremos nos colocar de acordo sobre temas importantes, sobretudo com o G20, para que a gente faça prevalecer a política adotada nos nossos países", completou. Depois do encontro na Rússia, Lula segue para o Cazaquistão

 

Última atualização em Seg, 15 de Junho de 2009 18:20
 
 

Previsão do Tempo

Untitled Document

Praça dos Três Poderes - Câmara dos Deputados - Gabinete: 574 - Anexo: III - CEP: 70160-900 - Brasília - DF - Tel: (61) 3215-5574 Fax (61) 3215-2574 - E-mail: dep.vanderleisiraque@camara.leg.br - Conselho Político: Rua General Glicério, 276 - Centro - Sala 1 - Santo André - Cep: 09015-190 - Tel: (11) 4427-6588 - Email: siraque@siraque.com.br